setembro 29, 2013

Loisas e coisas


         
              

Não estou - devia estar? - preocupada porque não tenho estado a refletir. 

Vi mais televisão hoje, e não foi muito, do que vejo habitualmente num mês. Dei uma volta pelas telenovelas portuguesas e, justiça seja feita, a nossa ficção tem evoluído muito. São é muitas, à mesma hora, e a quantidade só baralha.

Considero inacreditável o nível de insultos e de estupidez que vejo nas caixas de comentários dos (excelentes, hiper excelentes) textos do Daniel Oliveira no Arrastão. E como ele responde a um ou outro comentário, imagino que os lê todos. É dose... 

A prova de acesso para ingressar na carreira docente peca por duas coisas: passa um certificado de incompetência às universidades e promove a desigualdade. No dia em que os governantes e ministros da educação também a fizerem pode ser que tudo seja mais igual. Ou então que as universidades chumbem mais. Que os liceus chumbem mais. Que a primária chumbe. E que o PR, pois então, chumbe esta mirabolante ideia.

Andei a ver fotografias de decoração online, no FB. Decididamente sou mais El Mueble do que Interdesign Interiores. Esta última abordagem ao décor é muito moderna, muito in, mas o minimalismo acaba por cheirar-me a hospital em muitas das suas criações. Não há vida; tudo simétrico, sintético, absolutamente estético, mas decoração sem madeira, sem fusão de estilos, sem exotismo, sem criatividade colorida, sem calor, . Prefiro o estilo mediterrânico, onde é mais fácil encontrar isso tudo. Portanto, nem clássico barroco e pesado nem minimalista hospitalar e frio. Diversidade, conforto e alma devem ser as palavras...


(6 etiquetas para um só post é record absoluto aqui no AE. Agora que reparo. )

4 comentários:

  1. Daniel Oliviera sempre, quer na SIC Notícias/Eixo do Mal, quer como comentador no Expresso, quer no blogue. A inteligência no seu melhor e não é que tem sentido de humor?! Olhamos para e pensamos: que cinzentão... puro engano.

    Tem toda a razão, o problema da nossa ficção é a overdose de novelas. Não se aguenta. Por outro lado imagino que desta forma se consegue que os nossos actores saiam das filas do desemprego.

    Passo a parte dos chumbos... apenas acho que não me agrada ver professores a passar dificuldades, deveriam ser tratados com mais dignidade.

    Quanto ao último parágrafo e falando de decoração online, subscrevo a parte do "Diversidade, conforto e alma devem ser as palavras".

    Beijinho, Fátima e tenha um óptima semana :)


    ResponderEliminar
  2. Como já afirmei antes, evito ler comentários em notícias e blogues famosos, pois o baixo nível é tal que me revolta o estômago...
    Não tenho televisão portuguesa e não sinto falta, exceto de alguma programação da RTP2.
    Também não sou adepta do minimalismo, até porque tenho tendência para acumular. Qualquer outro estilo: moderno, rústico ou exótico ou a combinação adequada destes me agrada.
    Bom fim de semana! bjs
    Marla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos sempre em sintonia :) Same to you :)

      Eliminar