março 09, 2013

Dias de glória, dias de luta

 

Ontem foi o Dia da Mulher. Embora pessoalmente não sinta nadinha de especial ou diferente neste dia em relação aos outros (excetuando talvez o dia de aniversário e mais dois ou três) também não tenho nada contra. Na verdade, e como bem falávamos ao almoço ontem, este dia existe para assinalar uma luta, para que não se esqueça o muito que ainda há a fazer neste campo, seja em sociedades onde o papel e estatuto da mulher ainda estão claramente desfavorecidos, quer nas outras, naquelas em que, parecendo ter-se alcançado todos os direitos, permanecem subtilmente diferenças de tratamento, de oportunidades, de remuneração, entre outros aspetos.
Já hoje de madrugada, depois de ter vindo de um sarau com poesia e jantar gourmet, onde se fez, no final, uma pequena homenagem às mulheres, ainda passei os olhos por alguma blogosfera. Pouca, mas aquilo que li não me convenceu. Dizer que as desigualdades apenas imperam nos países árabes, África e oriente, era, ainda assim, bom demais. Pois não acredito que no resto do mundo a mulher usufrua da igualdade em relação ao homem em todas as vertentes. Nem sequer importa falar em regiões ou países. Até porque muitas continuam a não ter (uma) voz, até porque continuam a perpetuar-se as expetativas em relação ao seu papel e deveres na sociedade e na organização do lar, inclusive, até porque continuam a ser entraves realidades como a gravidez e a maternidade no emprego e na empregabilidade, até porque se continuam a confundir direitos e liberdade com opções que as transformam nitidamente em objetos sexuais. Como brinquedos que, disfarçados de escolhas, continuam apenas a servir os homens. Escravas de dimensões que parecem ondas de liberdade. 
Por outro lado, a celebração do Dia da Mulher passa, frequentemente, por contornos contrários aos objetivos do dia. Presentes, mimos, escapadelas, juras.  E mais. As saídas em grupo para uma noite mais ousada, livres de maridos e companheiros, leva muitas a locais e comportamentos que passam cá para fora como sendo este um dia propício para alguma libertinagem sexual. Se a libertação da mulher em termos sexuais também é um direito, o propósito de um dia da mulher não se esgota aí, não poderia nem pode esgotar-se aí. Porque então as prioridades e as preocupações em atingir-se a igualdade de direitos saem desvirtuadas. Completamente desvirtuadas. E também não é por imitarem o comportamento dos homens, de alguns ou muitos, que a igualdade é completamente atingida. Esta existirá quando não existirem diferenças sociais, podendo manter-se as emocionais, a existirem. A igualdade também deverá ser sinónimo de dignidade. Na diferença e na equidade, este dia está aí para provarem - ou poderem dar provas - que são tão válidas e valiosas quanto os homens. E isso passa por terem amor próprio e se agradarem a si mesmas e não aos homens, seguindo-lhes os passos naquilo que também não os torna propriamente importantes. Repito, dignidade.
Um dia de celebração pelo conquistado mas sobretudo um dia de luta, séria, por aquilo que falta conquistar. Dispensáveis, portanto, as odes à beleza feminina e dispensáveis as posturas libertinas. Nos outros dias, que se faça isso tudo, se se quiser. Neste dia, não.

9 comentários:

  1. Bom!!!! Muito bom!!!! É deprimente assistir-se a certas e determinadas atitudes neste dia... Lília

    ResponderEliminar
  2. Também me parece que a existência do dia da mulher só faz sentido se tiver como objetivo consciencializar a sociedade para a clara desigualdade entre os sexos em qualquer parte do mundo. O ocidente pode ter conquistado muito, mas ainda se verifica um tratamento desigual entre homens e mulheres, quer no mundo laboral, quer na esfera social, política... Noutros países, onde a mulher é considerada um "objeto" ainda há uma longa luta a travar na mudança de mentalidades. Marla

    ResponderEliminar
  3. There are a few types, mainly fine, regular, or rough.
    It can also be left in the hair as a conditioner but it may be hard to
    explain the tomatoes. Black hair has a distinctive composition that makes it sensitive to breakage.
    In this manner you can choose the herbs that are right for
    you. Basil and bergamot help your hair grow thicker and fuller.


    my web page wavy hairstyles

    ResponderEliminar
  4. (c) The program is required to be fully self-sustaining through the premiums
    payment made by the enrolled individuals. It needs to be rushed to a
    medical facility which is capable of handling emergencies.
    At the end of the meeting it was announced that he was to enroll in a dental college.
    The fourth chair of the Fine Group is a rotating chair filled by Jimmy Gaudreau (veteran
    of The Country Gentlemen, J. The delivery of Linda Mc -
    Cartney sausage rolls package is usually in frozen form.


    my web site Selkirk Mountains

    ResponderEliminar
  5. Ahahah... já vi esta peça em algum lado... e nas escoliadas... há 6 anos...de Mortagua!!! a sempre tão menosprezada equipa!
    deprimente!!

    ResponderEliminar