janeiro 28, 2013

Dúvida

Nunca soube responder à questão se é melhor viver feliz na mais completa ilusão ou infeliz na mais cruel das verdades. 

13 comentários:

  1. Lá diz o outro (que é um gajo que gosto sempre de citar) até saberem são todos felizes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um pouco isso, KK... Ou não será? :)

      Eliminar
  2. Tenho a mesma duvida....

    Beijinhos

    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos duas, então. :) Beijinho também para si, Ana *

      Eliminar
  3. :) Temo que não seja tão linear. Dependerá, e muito, da personalidade de cada um... O que é a ilusão, Fátima? Acharmos que tudo está bem, quando tudo está mal? E será isso possível, ou será que o que resta é uma máscara construída, mas porosa, que não permite felicidade alguma? Por exemplo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Linear não é, a resposta, pelo menos para mim, querida Carla. :) Podia dar exemplos concretos (talvez fosse interessante discorrer sobre eles) mas não foi essa a intenção da "curtinha" :) Agora penso que a ilusão, aqui, será uma mentira a que se deu crédito, inconscientemente, muitas vezes. Mas pode haver o caso de fazê-lo conscientemente... isso não sei. :)

      Eliminar
  4. É uma boa questão. Eu diria que depende das pessoas. Por mim prefiro saber a verdade, por mais dolorosa que ela seja. Mas também conheço quem prefira não saber...
    E depois, só para complicar,também podemos fazer incidir a questão na verdade. Qual verdade? O que é isso da verdade? Só há uma verdade? E pode-se conhecê-la totalmente? Bom, a coisa também varia segundo a situação, digo eu...
    Beijinho


    (P.S. - sem stress com a escola e os alunos... ;)
    Mais beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode depender das pessoas, sim - mas não só. Penso que pode depender - e muito, também - das circunstâncias, Isabelinha. A questão da verdade é complexa, de facto... :) Mas de forma simples, que foi a intenção da frase, continuo sem resposta. :)

      Eliminar
  5. Apesar de retórica, denoto alguma irritação na pergunta e, isso, Fátima, é que não traz verdade, nem ilusão, nem coisa alguma, além de desilusão. E, por favor, não leve a mal as minhas lucubrações...

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhh, Paulo, vou ter que discordar, desta vez:) Nadinha disso, acredite (devia poder pôr-se uns "smileys" nos textos e não perdermos a seriedade por causa disso hehehe).
      Tenho essa dúvida e terei, não faltam casos concretos para a ilustrar, mas não foi o propósito... Quiçá para uma próxima?
      Claro que não levo nada a mal - em conversa perceberia o tom certo. A escrita às vezes é "misleading" (falta o sorriso, o tom, o olhar, a voz, etc...):)

      Eliminar
  6. Boa questão! Também acho que depende de cada pessoa. Há quem prefira notoriamente a ilusão (cada vez mais pessoas) e que não dispense a verdade, por mais que esta doa. Cada um "escolhe o seu menu", mas depois tem de enfrentar as consequências... Marla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Correção: Há quem prefira notoriamente a ilusão (cada vez mais pessoas) e há quem não dispense a verdade, por mais que esta doa.

      Eliminar
    2. É verdade, essa de viver com as consequências. Embora possa haver consequências a longo prazo que podem não ser fruto de uma escolha...

      Eliminar