maio 15, 2013

Querer, saber, poder

Tirando a liberdade que prejudica a do outro e a ação que fere a dignidade do outro, cada um vive como quer, sabe ou ... pode. O resto, ora, o resto é paisagem. 


6 comentários:

  1. Tudo pelo melhor

    e já é tanto

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. É pena muitos não falarem inglês :)

      Eliminar
  3. É quase assim. O pior é que há tantas coisas intimamente ligadas a nós. Que nos limitam a tal liberdade, que vai-se a ver e é muitas vezes qualquer coisa próxima de uma miragem...

    ( Mas tens razão, claro, perdoa-me o desabafo. A simplicidade das coisas é que não é assim tão simples... beijinho)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há uma frase de Saramago de que gosto e sobre a qual já dissertei aqui. Diz qualquer coisa como não gostar de convencer o outro porque isso é já uma tentativa de colonização. Pois eu acho que não podemos querer colonizar os outros... ou que nos colonizem : )Não é fácil, em qualquer delas, mas é isso. Porque cada um vive como quer, sabe ... ou pode. :)

      Eliminar